Astros do cinema espanhol fazem "Entre as Pernas"

O que pode acontecer quando um homem e uma mulher se conhecem em sessão de terapia para viciados sexuais? Esse é o ponto de partida de Entre as Pernas, filme de Manuel Gomez Pereira que surpreende ao estabelecer gradualmente uma atmosfera de tensão, quando tudo indicava que a trama enveredaria pelo gênero erótico.Protagonizado por dois ícones do cinema espanhol, Javier Bardem e Victoria Abril, Entre as Pernas é bem-sucedido na construção e no desenvolvimento de seus personagens perturbados. Javier (Bardem) é um roteirista com dificuldades para manter o casamento - isso porque não consegue evitar o sexo casual. Miranda (Abril) é uma telefonista que trabalha em programa de rádio e tem o hábito de trair o marido no parque, onde leva o cachorro todos os dias para passear.Em meio à crise existencial dos personagens, que decidem buscar ajuda em centro de terapia voltado à sexualidade, nasce um caso de amor pouco recomendável. O romance ganha uma aura misteriosa quando um cadáver é encontrado no porta-malas de um carro - o mesmo onde a dupla transa no dia anterior. A partir desse ponto, o espectador precisa ficar atento a todos os detalhes para entender o desfecho. O roteiro, apesar de bem-amarrado, não é nada condescendente com o público menos perspicaz - um tanto mal-acostumado pelo cinema americano que costuma dar as respostas sempre mastigadas. Cada imagem ou fala pode esconder uma informação imprescindível para a montagem desse quebra-cabeça.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.