Joel Ryan/Invision/AP
Joel Ryan/Invision/AP

Asia Argento é demitida do 'X Factor Itália' após acusação de assédio

Demissão ocorre após a notícia de que a atriz pagou US$ 380 mil a um jovem que disse ter sido assediado sexualmente por ela

O Estado de S. Paulo

27 de agosto de 2018 | 09h58

A atriz Asia Argento foi demitida do seu posto de juíza do X Factor Itália, de acordo com relatos da mídia americana. Ela ainda vai aparecer nos primeiros episódios da nova temporada, que já foram filmados. A estreia é no dia 6 de setembro.

Os relatos dizem que a Sky Itália não queria penalizar os 40 mil participantes da primeira fase do concurso (se Argento fosse cortada desde o início, um novo processo teria que ser realizado).

A demissão ocorre após a notícia de que Asia, figura central do movimento #MeToo, pagou US$ 380 mil a um jovem que disse ter sido assediado sexualmente por ela. O pagamento foi feito ao ator Jimmy Bennett. Ele denunciou ter sido abusado por Argento em 2013 em um hotel da Califórnia, segundo o The New York Times. Ele tinha 17 anos, e ela, 37. Ela nega que eles tiveram relações sexuais. Segundo a atriz, seu então namorado Anthony Bourdain pagou o valor para que Bennett parasse de incomodá-la.

Os jornais italianos dizem que a atriz foi demitida durante o fim de semana.

Argento ainda não fez comentários sobre as notícias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.