Artistas negros pedem cotas em cinema e TV

Oito artistas negros apresentaram ontem em Brasília à secretária de Promoção da Igualdade Racial, Matilde Ribeiro, a proposta de criação de cotas na produção audiovisual. Segundo o ator Antonio Pitanga, a idéia é contar com pelo menos 30% de artistas e técnicos afro-brasileiros nas produções de cinema e televisão. Matilde disse que a sugestão pode ser incluída na proposta de política racial e cultural a ser anunciada em novembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.