Stanislav Honzik/Netflix
Stanislav Honzik/Netflix

Arrombador de cofres esquisitão mostra seu charme em ‘Army of Thieves’

Um dos heróis mais improváveis do filme de ação e terror de Zack Snyder, ‘Army of the Dead: Invasão em Las Vejas’ foi o excêntrico arrombador de cofres chamado Dieter

Mark Kennedy, AP

28 de outubro de 2021 | 15h00

Um dos heróis mais improváveis a emergir do filme de ação e terror de Zack Snyder, Army of the Dead: Invasão em Las Vejas foi o excêntrico arrombador de cofres chamado Dieter.

Parte nerd da Eurotrash, parte intrometido e pretensioso, Dieter jamais conseguiria sobreviver. Era como um daqueles caras de camisa vermelha em Star Trek. Mais cedo ou mais tarde, Dieter iria sumir.

Bom, isso acabou se revelando totalmente errado: Dieter escapou - por meio do prequel Army of Thieves, um filme improvável estrelado por esta estranha e agitada criatura alemã que come sanduíches de queijo e pepino e usa gola alta com suspensórios. É um filme que ninguém nunca quis e, mesmo assim, é muito divertido.

Army of Thieves se passa meses antes de Army of the Dead, que foi ambientado numa Las Vegas tomada pelo apocalipse zumbi. Mas aqui os zumbis não estão no cardápio. Não entre na vibe dos mortos-vivos.

Em vez disso, este aqui é o show do Dieter - interpretado e dirigido com alegria por Matthias Schweighofer - com um enredo que nos leva até o momento em que ele se junta à gangue de ladrões de cofres numa Las Vegas bem nojenta. Shay Hatten, que ajudou a escrever o roteiro de Army of the Dead, nos conta a história de um bancário de uma pequena cidade que passa a viver o melhor da vida como mestre arrombador de cofres de um bando de assaltantes.

A triste vida de Dieter na Alemanha muda quando uma mulher misteriosa (a sedutora Nathalie Emmanuel) o recruta - na época ele era Sebastian e ainda não tinha adotado o nome Dieter - para entrar nas altas rodas do jet-set. “Eu sou a mulher que mudará sua vida para sempre”, ela diz. Ela propõe o roubo de cofres construídos pelo maior fabricante de cofres do mundo, com 72 trilhões de combinações possíveis. E oferece a ele “uma vida menos comum”.

Dieter recusa educadamente e volta aos seus tristes sanduíches. Não, claro que não. Ele se junta à tripulação - que consiste em um hacker, um piloto de fuga, o fortão e sua recrutadora - e sai roubando bancos pela Europa, cada um mais complexo e perigoso que o outro.

“É aquele tipo de filme em que cada um de nós tem um conjunto de habilidades diferentes e só trabalhando juntos é que vamos conseguir fazer o que é preciso?”, Dieter pergunta. (Há mais do que um toque de Borat no nosso Dieter).

Dieter é ingênuo, emotivo, adorável e meio parecido com todos nós. Ele exclama ‘upa’ quando está chapado - “Você acabou de dizer ‘upa’?”, pergunta sua recrutadora - e consegue reconhecer os clichês do filme, inclusive quando a turma inevitavelmente começa a se aproximar. “Posso perguntar uma coisa? Agora é aquele momento em que a gente estreita os laços?”, diz ele.

O filme faz piada ao celebrar a tradição dos thrillers anteriores - a máscara de Nixon durante um assalto (Caçadores de emoção), uma perseguição de bicicleta (Perigo por encomenda), uma competição clandestina de arrombamento de cofres (Clube da Luta) e a investigação obsessiva de um detetive desajeitado (A Pantera Cor-de-Rosa). Um policial diz que parece que está num filme de espionagem. E estamos mesmo. Há várias referências aos nomes de Nicholas Cage e Zach Ephron.

Você se pega torcendo por esse arrombador de cofres improvável, um sábio quando se trata de cofres e ópera, mas um cara esquisitão que surpreende até a si mesmo com sua bravura. Ele está atrás da glória de abrir cofres, não do dinheiro. Quem assistiu ao Army of the Dead sabe o que o aguarda em Las Vegas, então dar a Dieter um momento ao sol é mais do que justo - e o coadjuvante descartável se vira muito bem. / TRADUÇÃO DE RENATO PRELORENTZOU.

Tudo o que sabemos sobre:
Zack SnydercinemaNetflix

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.