"Aro Tolbukhin" disputa o Oscar pelo México

A Academia Mexicana de Ciências e Artes Cinematográficas selecionou o filme Aro Tolbukhin, na Mente do Assassino, para representar o méxico na categoria de melhor filme estrangeiro do Oscar.Aro Tolbukhin, uma co-produção entre México e Espanha, do diretor Agustí Villaronga, obteve em abril sete prêmios Ariel, entre eles o de melhor ator para o protagonista Daniel Giménez Cacho.O longa-metragem conta a história de um marinheiro, assassino confesso, que foi condenado à morte na cidade de Guatemala por seus múltiplos crimes.Dois filmes mexicanos competiram ao Oscar na categoria de filme estrangeiro recentemente: Amores Perros, em 2000 e O Crime do Padre Amaro, no ano passado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.