Warner Bros. Pictures via AP
Warner Bros. Pictures via AP

'Aquaman' domina bilheterias dos EUA pelo terceiro fim de semana

Aventura dirigida por James Wan já ultrapassou 940 milhões de dólares em todo o mundo, o maior filme de super-heróis lançado pela Warner desde que 'Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge' arrecadou 1 bilhão em 2012

Reuters, O Estado de S.Paulo

06 de janeiro de 2019 | 19h37

LOS ANGELES — Deixe a tarefa para Jason Momoa e seus cabelos perfeitamente despenteados se quiser dominar as bilheterias dos cinemas da América do Norte pelo terceiro final de semana seguido. Aquaman manteve com facilidade o primeiro lugar nos cinemas, com um faturamento de 30 milhões de dólares no fim de semana, elevando a arrecadação a 259 milhões de dólares só nos EUA e Canadá.

A aventura do super-herói da DC dirigida por James Wan já ultrapassou 940 milhões de dólares em bilheterias em todo o mundo, tornando-se o maior filme de super-heróis lançado pela Warner desde que Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge arrecadou 1 bilhão de dólares nos cinemas em 2012.

Se Aquaman continuar nesse ritmo, Arthur Curry poderá vender caro a derrota para o Batman. Aquaman arrecadou 56,2 milhões de dólares em cinemas estrangeiros neste fim de semana, elevando a bilheteria internacional total para 681 milhões de dólares. O filme que se passa em Atlântida tornou-se assim o título de maior arrecadação da DC no exterior, superando o recorde estabelecido anteriormente por Batman, que acumulou 636 milhões de dólares.

Sem grandes lançamentos de estúdio, Aquaman não teve muita concorrência para manter seu reinado na América do Norte. O único filme novo era Escape Room, da Columbia Pictures e da Sony, um suspense sobre um grupo de estranhos que fica preso em uma sala de fuga mortal, como sugere o título.

O filme de terror para maiores de 13 anos ficou no segundo lugar na corrida das bilheterias, com 18 milhões de dólares em 2,7 mil salas de cinema, o que é um ótimo começo, considerando que o filme custou apenas 9 milhões de dólares para ser produzido.

Escape Room disputou o segundo lugar com O Retorno de Mary Poppins, da Disney, que ficou mesmo em terceiro nas bilheterias com 15,8 milhões de dólares arrecadados em seu terceiro fim de semana em cartaz.

O Retorno de Mary Poppins, uma continuação do clássico de 1964, arrecadou ao todo 138 milhões nos cinemas norte-americanos. O filme estrelado por Emily Blunt e Lin-Manuel Miranda deve evoluir lentamente nas bilheterias, o que já era esperado para um filme musical. Foram arrecadados 119 milhões de dólares no exterior e mais de 250 milhões de dólares no mundo.

Nas demais colocações aparecem filmes que já estão há muito tempo em cartaz. Bumblebee, da Paramount, e Homem-Aranha no Aranhaverso, da Sony, estão em disputa acirrada pelo quarto e quinto lugar.

Ambos os títulos renderam cerca de 13 milhões de dólares ao longo dos três dias do fim de semana, mas só na segunda-feira os números consolidados serão divulgados.

Hailee Steinfeld é a estrela de Bumblebee, a história que conta a origem dos Transformers e que já arrecadou 97 milhões de dólares desde a estreia pouco antes do Natal.

Enquanto isso, o lançamento doméstico de Homem-Aranha no Aranhaverso, uma animação da Sony com personagens da Marvel, atualmente soma 133,8 milhões de dólares em arrecadação.

Com o Globo de Ouro acontecendo neste domingo, o filme Vice pode ter um boom na bilheteria se a cinebiografia de Dick Cheney dirigida por Adam McKay for capaz de conseguir alguns troféus.

O filme político dividiu seriamente os críticos, mas a Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood foi só elogios a Vice, dando-lhe seis nomeações.

Por enquanto, o filme com orçamento de 60 milhões de dólares arrecadou 5,8 milhões de dólares neste fim de semana, elevando seu total nacional para 29,7 milhões de dólares.

Lançado no dia de Natal, Holmes & Watson, da Sony, continua mal das pernas. Apesar de apresentar a dupla cômica Will Ferrell e John C. Reilly, o filme arrecadou 3,4 milhões de dólares ao longo dos três dias do fim de semana, somando um total de 28,4 milhões em bilheteria doméstica.

No exterior, a comédia baseada no famoso detetive e seu leal ajudante faturou 7 milhões de dólares, totalizando então 35 milhões de dólares em bilheteria global. O filme tem uma média de 8 por cento na avaliação do Rotten Tomatoes. Assim, pode não ser um mistério se Holmes & Watson não recuperar sequer o investimento inicial de 40 milhões de dólares.

Janeiro é um mês tradicionalmente lento nas bilheterias. Mesmo assim, 2019 está em um ritmo 16,5 por cento menor que o mesmo fim de semana do ano passado, quando Jumanji: Bem-Vindo à Selva era o grande filme em cartaz.

Não há motivo para chorar ainda. O feriado do Dia de Martin Luther King Jr. deve levar um pouco de vida aos cinemas quando estrear Glass, sequência de Corpo Fechado e Fragmentado, no dia 19 de janeiro.

Estimativas preliminares mostram que o suspense de M. Night Shyamalan deve arrecadar entre 50 milhões e 70 milhões de dólares no fim de semana de estreia. Até lá, este ainda será o mundo de Jason Momoa e estamos apenas vivendo nele.

Mais conteúdo sobre:
cinema

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.