Após se reinventar, Matthew McConaughey se consagra no Oscar

Juntos, ele e seu colega de filme, Jared Leto, venceram o Oscar, o Globo de Ouro e o prêmio do Sindicato dos Atores

O Estado de S. Paulo

03 de março de 2014 | 01h51

Se antes era conhecido por fazer apenas papéis em comédias românticas, Matthew McConaughey se reinventou como ator e foi consagrado com o Oscar de melhor ator por Clube de Compras Dallas. Em seu discurso, demonstrou que a mudança para papéis radicalmente diferentes, em que se leva ao limite como intérprete, não foi casual: "Vivo em busca de algo para almejar, algo para admirar e algo para perseguir", começou. O primeiro agradecimento foi para Deus ("quando O tenho ao meu lado, tenho um amigo").

Juntos, ele e seu colega de filme, Jared Leto, venceram o Oscar, o Globo de Ouro e o prêmio do Sindicato dos Atores. Nada mal...

Em um momento inspirador de seu discurso, disse que, quando tinham 15 anos, alguém lhe perguntou quem era seu herói. "Sou eu aos 25 anos", respondeu. Dez anos depois, a mesma pessoa retornou e indagou: "Você já é seu herói?" "Não, meu herói serei eu aos 35 anos. Vejam bem, meu herói será sempre eu mesmo dali dez anos. Sei que eu nunca alcançarei essa pessoa, mas isso é bom, porque me mantém perseguindo um objetivo."

Tudo o que sabemos sobre:
Prêmio Oscar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.