Após enfarte, Anselmo Duarte tem quadro estável

Diretor de 'O Pagador de Promessas', único filme brasileiro premiado em Cannes, apresenta melhora, diz Incor

Da Redação,

20 de agosto de 2009 | 18h32

O Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da FMUSP (Incor) divulgou nesta quinta, 20, um boletim sobre o estado de saúde do cineasta Anselmo Duarte, de 89 anos, que sofreu um enfarte e foi internado na madrugada de segunda-feira, 17, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Universitário da Universidade de São Paulo (USP) e depois transferido para o Incor, na terça, 18.

 

Segundo nota do hospital, o quadro clínico do ator e diretor "evolui de forma estável". Anselmo Duarte foi submetido a exames que detectaram que ele sofreu um enfarte agudo do miocárdio de grau moderado e identificaram uma lesão na parede da bexiga que poderia ter causado o sangramento urinário que motivou sua internação no Hospital Universitário. O cineasta passa por exames para de tomografia para investigação desta lesão na bexiga. Segundo boletim, "nas últimas 24 horas, o paciente evoluiu com melhora da função cardíaca e respiratória e estabilidade na função renal, ainda comprometida pelo sangramento por via urinária".

 

Além de ter sido um dos maiores galãs do cinema nacional, Anselmo dirigiu O Pagador de Promessas, o único filme brasileiro que conquistou a Palma de Ouro de 1962 no Festival de Cannes, na França, um dos mais importantes do mundo, e do qual foi membro do júri em 1971. O Pagador de Promessas, baseado em peça de Dias Gomes, também foi finalista do Oscar do ano.

Tudo o que sabemos sobre:
Anselmo Duarte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.