Dylan Martinez|Reuters
Dylan Martinez|Reuters

Aos 79 anos, Burt Reynolds diz que melhor atuação ainda está por vir

Ator lança seu primeiro livro de memórias

Reuters, O Estado de S.Paulo

10 de dezembro de 2015 | 18h33

LONDRES - Em uma carreira de mais de 50 anos, o ator Burt Reynolds já interpretou um machão que encarou cachoeiras a bordo de uma canoa, um piloto que fugiu da polícia em uma perseguição de carros pelo sul dos Estados Unidos e um diretor de filmes pornográficos.

Cada papel foi significativo para o astro de Hollywood. Amargo Pesadelo foi o que o destacou, Agarra-me Se Puderes foi um sucesso memorável e Boogie Nights lhe rendeu uma indicação ao Oscar.

Mas o artista de 79 anos, conhecido tanto por seu trabalho quanto por seus romances na vida real, disse que sua melhor atuação ainda está por vir.

"Acho que tenho uma atuação a mais em mim. E é boa", afirmou Reynolds à Reuters. "Não sei se encontrarei esse roteiro. Tenho esperança".

Em uma entrevista relacionada à divulgação de seu livro de memórias But Enough About Me, Reynolds falou sobre a carreira, que o fez trocar os palcos da Broadway por Hollywood na juventude e aceitar - e também recusar - papéis marcantes.

O astro, famoso por seu bigode, foi para a televisão depois de fazer dezenas de faroestes, filmes de ação e comédias sobre o mundo esportivo, assim como dramas - dos quais conta ter orgulho de poucos.

Sobre a comédia "Encontros e Desencontros", de 1979, que trata de um homem dividido entre sua namorada e sua ex-esposa, ele afirma ser um de seus favoritos.

"Foi como a história da minha vida... foi muito divertido de fazer", disse. "Os piores (filmes)? São muitos."

Tudo o que sabemos sobre:
Burt ReynoldsCinema

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.