Antonio Banderas vai interpretar descobridor dos desenhos de Altamira

Filme terá direção de Hugh Hudson e será rodado na Cantábria

EFE

07 de agosto de 2014 | 10h35

Antonio Banderas filmará em outubro Altamira, com a história de Marcelino Sanz de Sautuola, descobridor da caverna com pinturas rupestres. Sautuola foi acusado de falsificar essas relíquias pré-históricas, "gerando um confronto entre igreja e ciência ", lembra o ator. 

Banderas enfatiza que a história da Sanz de Sautuola é "muito interessante" pela descoberta, que também causou a desagregação da família do descobridor. “É ao mesmo tempo um drama familiar que vai para algo maior do que a família. E é uma história que poucas pessoas sabem”, diz o ator, que gostou do envolvimento da produtora Morena Films e do diretor Hugh Hudson no projeto.

"Gosto muito desse opção por um tom inglês (ao filme), quase James Ivory ", diz o ator, que irá trabalhar na Cantábria, com muito verde e um ambiente britânico. Ele se orgulha de ser andaluz e acredita que, longe de prejudicá-lo, sua origem o beneficia. No caso de Galgo, o ex-legionário que interpreta em Os Mercenários 3, sua simpatia verborrágica conquistou o grupo. 

"Eu tinha que justificar sua entrada dentro do grupo e fiz o lógico: tinha pertencido à Marinha espanhola, saiu por uma experiência dramática, e termina no grupo”. O ator está envolvido na promoção de Os Mercenários 3. Os atores estiveram em Marbella, no sul da Espanha, para divulgar o longa, e Banderas deveria ter atuado como anfitrião. Ele tem uma casa ao lado do hotel onde a equipe se hospedou. Mas não houve tempo. De lá, foram à Alemanha. “O mesmo circo, mas em alemão, muito mais chato e sem paella”.

Ele volta a Marbella neste fim de semana, já que será o anfitrião da festa do Festival Starlite, onde devem comparecer personalidades como o empresário mexicano Carlos Slim, o homem mais rico do mundo. Ele celebra seu aniversário na festa, pois completa 54 anos no domingo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.