Antes do acidente, Reeve fez papel de paralítico

Pouco antes de sofrer o acidente que o deixou tetraplégico, Christopher Reeve, que morreu no domingo, viveu nas telas do cinema um homem que ficou paralítico. Em Sem Suspeita (Above Suspicion), de 1995, ele interpreta Dempsey Cain, um policial exemplar que perde os movimentos das pernas após ser baleado durante uma perseguição a bandidos. Deprimido com a condição, ele pede à mulher e ao irmão, que são amantes, que o matem e simulem um assalto, para receber o dinheiro do seguro. Os dois acabam morrendo na ação e um policial da divisão, interpretado por Joe Mantegna, começa a suspeitar de Cain (Reeve). Durante o filme, Reeve - que para compor o personagem visitou um hospital especializado em acidentados de coluna - faz várias cenas em tratamento de recuperação de movimentos e fisioterapia, o que seria a sua rotina nos anos após o seu acidente, em maio de 1995. O eterno Super-Homem voltaria a fazer um papel usando cadeira de rodas, já na sua condição real, na refilmagem do clássico de Hitchcok Janela Indiscreta, em 1998.

Agencia Estado,

11 de outubro de 2004 | 20h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.