Niels Andrea/AE
Niels Andrea/AE

Anselmo Duarte, vencedor da Palma de Ouro, morre em SP

Diretor e ator faleceu devido a complicações de um acidente vascular que sofreu no início do mês

estadao.com.br,

07 de novembro de 2009 | 10h09

O diretor e ator Anselmo Duarte morreu aos 89 anos devido a complicações de um AVC na madrugada deste sábado, 7. Ele foi internado na noite do dia 16 de outubro no Hospital Universitário da USP com um quadro grave: insuficiência renal, isquemia do miocárdio e anemia causada por infecção urinária. Dois dias depois foi transferido para o InCor e, de lá, para o Hospital das Clínicas, onde faleceu.

 

Veja também:

link 'Palma é o prêmio máximo', dizia Anselmo Duarte

link Consagração em Cannes não tornou Anselmo  unanimidade

mais imagens Relembre diversos momentos da carreira de Anselmo

 

Além de ter sido um dos maiores galãs do cinema nacional, Anselmo dirigiu O Pagador de Promessas, o único filme brasileiro que conquistou a Palma de Ouro de 1962 no Festival de Cannes, na França, um dos mais importantes do mundo, e do qual foi membro do júri em 1971. O Pagador de Promessas, baseado em peça de Dias Gomes, também foi finalista do Oscar do ano. O filme tem um elenco de astros e estrelas do cinema nacional que despontavam nos anos 60, como Leonardo Villar, Glória Menezes, Norma Bengell, Dionísio Azevedo, Othon Bastos, Geraldo del Rei, Antonio Pitanga e outros.

 

O cineasta que nasceu na cidade de Salto, no interior de São Paulo, começou sua carreira no cinema com ator, ao se mudar para o Rio de Janeiro, nos anos 40. Atuou em várias produções da Atlântida, como Carnaval no Fogo, uma comédia musical sobre um plano de assalto ao Copacabana Palace, em que contracenava com Oscarito e Grande Otelo, além de assinar o argumento do filme. Fez também Aviso aos Navegantes, sobre uma companhia teatral excursionando em navio luxuoso, em que atuou com a mesma dupla em filme de igual diretor: Watson Macedo. Foi com Macedo que ele aprendeu a dirigir e escreveu roteiros e argumentos.

 

O galã fez carreira também na Vera Cruz paulista, contracenando com Tônia Carreiro em Tico-Tico no Fubá. Fez uma comédia de sucesso em 1957 com Dercy Gonçalves, Absolutamente Certo. Atuou ainda em Apassionata e Veneno, entre outros.

 

Cena de "O Pagador de Promessas"           Arquivo

 

Depois da consagração internacional de O Pagador de Promessas, Anselmo fez ainda um outro filme, Vereda de Salvação (1964), baseado em peça de Jorge de Andrade, com o qual foi indicado ao Urso de Ouro do Festival de Berlim, mas que não obteve reconhecimento tão grande quanto sua obra-prima.

 

Início

A primeira vez que trabalhou com cinema foi ainda durante a infância: Anselmo, que também foi engraxate e aprendiz de barbeiro, era o molhador de tela do Cine Pavilhão, cinema da cidade de Salto no qual seu irmão Alfredo era o projecionista.

 

A primeira vez na frente das câmeras foi em 1942, quando atuou no filme inacabado It's All True (É Tudo verdade) do diretor Orson Welles. Seu primeiro papel principal foi no filme Querida Suzana, de 1946.

Anselmo só foi mudar de posição e ficar atrás da câmeras no ano de 1957, quando estreou na direção com Absolutamente Certo.

 

Enterro

O sepultamento e o enterro de Anselmo Duarte serão realizados em Salto, cidade natal do cineasta. Por meio de nota divulgada à imprensa, a Prefeitura de Salto informou que aguarda o corpo entre 9h30 e 10 horas. O velório será feito no Centro de Educação e Cultura, local inaugurado em 30 de junto deste ano e que leva o nome do diretor de O Pagador de Promessas. O enterro também será realizado em Salto, às 11h30, no Cemitério da Saudade. O prefeito declarou três dias de luto devido a morte de Anselmo.

 

Confira abaixo os trabalhos de Anselmo Duarte como diretor, roteirista e ator:

 

Diretor:

Os Trombadinhas (1979)

O Crime do Zé Bigorna (1977)

Já Não Se Faz Amor Como Antigamente (1976)

Ninguém Segura Essas Mulheres (1976)

O Descarte (1973)

Um Certo Capitão Rodrigo (1971)

O Impossível Acontece (1969)

Quelé do Pajeú (1969)

Vereda de Salvação (1964)

O Pagador de Promessas (1962)

Absolutamente Certo (1957)

 

Roteirista:

O Caçador de Esmeraldas (1979)

O Crime do Zé Bigorna (1977)

Já Não Se Faz Amor Como Antigamente (1976)

Ninguém Segura Essas Mulheres (1976)

O Descarte (1973)

Independência ou Morte (1972) 

Um Certo Capitão Rodrigo (1971)

O Impossível Acontece (1969)

Quelé do Pajeú (1969) 

Vereda de Salvação (1964)

O Pagador de Promessas (1962)

As Pupilas do Senhor Reitor (1961)

Absolutamente Certo (1957)

Depois Eu Conto (1956)

Carnaval em Marte (1955)

Amei um Bicheiro (1952)

Carnaval no Fogo (1949)

 

Ator:

Brasa Adormecida (1987)

Tensão no Rio (1982)

Feijão Maravilha (1979)

Embalos Alucinantes (1978) 

Paranóia (1976)

Já Não Se Faz Amor Como Antigamente (1976)

Ninguém Segura Essas Mulheres (1976)

A Casa das Tentações (1975)

A Noiva da Noite (1974)

O Marginal (1974)

Independência ou Morte (1972) 

A Madona de Cedro (1968)

Juventude e Ternura (1968)

O Caso dos Irmãos Naves (1967) 

A Espiã Que Entrou em Fria (1967)

As Pupilas do Senhor Reitor (1961)

Un rayo de luz (1960)

O Cantor e o Milionário (1958)

Absolutamente Certo (1957)

Arara Vermelha (1957)

Depois Eu Conto (1956)

O Diamante (1956)

Carnaval em Marte (1955)

Sinfonia Carioca (1955)

Sinhá Moça (1953)

Veneno (1952)

Apassionata (1952)

Tico-Tico no Fubá (1952)

Maior Que o Ódio (1951)

Aviso aos Navegantes (1950)

A Sombra da Outra (1950)

Pinguinho de Gente (1949)

O Caçula do Barulho (1949)

Carnaval no Fogo (1949)

Terra Violenta (1948)

Inconfidência Mineira (1948)

Querida Susana (1947)

Não Me Digas Adeus (1947)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.