Kirsty Wigglesworth/AP
Kirsty Wigglesworth/AP

Anne Hathaway compõe trio de damas em 'Alice' de Tim Burton

Estrela de Hollywood, mulher do diretor e atriz novata atuam em mais uma versão do clássico da literatura

EFE,

26 Fevereiro 2010 | 19h57

As atrizes Anne Hathaway, Helena Bonham Carter e Mia Wasikowska compõem o trio de damas da versão de Tim Burtom para o clássico da literatura "Alice no País das Maravilhas", na qual a pricipal personagem da história é uma jovem rebelde que luta para manter sua independência.

 

Treze anos após sua primeira visita, Alice chega ao País das Maravilhas fugindo de um casamento de conveniência, pronta para comprovar que aquele universo, na realidade, sempre foi um submundo repleto de gente louca.

 

Alice no País das Maravilhas" é uma convite para a surpresa, um beliscão para "tentar recuperar a capacidade de se surpreender com as coisas novas, característica das crianças", ressalta o diretor do filme, o cômico e sempre surpreendente Tim Burton.

"'Alice' não é uma alegoria sobre a volta à infância nem um filme para crianças", explicou Tim Burton à Agência Efe em Londres, onde promove este filme, que chegará às salas entre março e abril. Segundo ele próprio, lhe interessa explorar histórias nas quais os personagens "compreendem a vida a partir de um ponto de vista novo e estranho".

 

No esperado longa, Helena Bonham Carter, mulher de Burtom e que já trabalhou com ele em "A Noiva Cadáver" e "Sweeney Todd - O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet", encarna a despótica monarca deste universo paralelo: a Rainha de Copas.

 

Em declarações à Agência Efe, a atriz disse que a personagem "fica zangada porque tem a uma cabeça enorme". "Por isso, ela não para de pedir que cortem a cabeça das pessoas. Ela também não consegue parar de falar, não tem empatia e é realmente explosiva e egoísta", acrescentou.

 

Apesar de tudo isso, ela disse ter ficado satisfeita por ficado com o papel. "Quando você atua, não pode julgar o personagem. Tem que olhar as coisas do ponto de vista dele. A Rainha de Copas não é má. Ela é a ferida, o doente, por isso foi tão interessante interpretá-la", afirmou.

 

No longa, a irmã da personagem interpretada por Bonham Carter, a Rainha Branca, é vivida por Anne Hathaway ("O Diabo Veste Prada"), que aparece em cena de cabelos, pele e roupas totalmente brancas e com uma forma muito peculiar de andar e movimentar os braços.

 

"Tim me ajudou muito no começo. Disse-me que a Rainha Branca não tinha que ser necessariamente boa, mas que estava tão louca como todos os outros", disse a atriz.

 

Quem completa o trio de protagonistas é a polonesa de origem australiana Mia Wasikowska, de 19 anos. Embora até agora fosse uma desconhecida do grande público, ela não se deixou intimidar pelo desafio de dar vida a uma personagem que tinha que ser tão reconhecível como Alice e, ao mesmo tempo, tão diferente como uma típica protagonista de um filme de Burton.

"

A princípio, estava muito nervosa, mas todos me fizeram ficar à vontade durante as filmagens e foi genial ver como Johnny Depp e Tim Burton se complementam", declarou.

 

Para compor seu personagem, Wasikowska, que espera "poder continuar participando de projetos tão interessantes como este", releu os livros de Lewis Carroll tentando se ver como Alice.

 

O resultado do trabalho desse elenco de atrizes é um filme no qual, como diria Alice, Burton mostra mais uma vez que "é capaz de imaginar seis coisas impossíveis antes da hora do café da manhã".

Mais conteúdo sobre:
'Alice'

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.