Animação da Disney dá o troco em "Shrek"

A Disney conseguiu dar mesmo um susto na DreamWorks e mostrar que ainda é sinônimo de desenhos animados no cinema. Seu projeto mais recente, a computação gráfica Monsters, Inc., fez a fortuna de US$ 63,5 milhões em seu fim de semana de estréia nos cinemas dos Estados Unidos. O filme, que está emcartaz em 3.237 salas na América do Norte, conseguiu a façanha de ter a melhor estréia da história de um desenho animado em Hollywood.Na história, monstros moram nos cantos escuros de quartos e armários das crianças. Boa parte deles trabalha na Monsters, Inc., uma fábrica processadora de gritos de crianças - o maiorcombustível para as criaturas. Assim como as crianças têm medo deles, os monstros acham que o contato com humanos pode ser tóxico. Os problemas e a diversão começam quando uma meninaconsegue entrar no mundo dos monstros e perde-se dentro da fábrica. Fazem as vozes dos personagens os atores John Goodman, Billy Crystal, Steve Buscemi e Jennifer Tilly, entre outros. A maior vitória da Disney foi bater a arrecadação de Shrek, o hit daDreamWorks, que faturou US$ 42,2 milhões em sua estréia em maio. Shrek é o filme mais lucrativo deste ano em Hollywood atéagora, com faturamento total de US$ 267 milhões apenas no mercado americano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.