Angelina Jolie, outra vez heroína de videogame

O diretor Jan De Bont repetiu a fórmula bem-sucedida do primeiro filme na seqüência de Lara Croft Tomb Raider, que chega hoje aos cinemas brasileiros. Em A Origem da Vida, as cenas de luta são primorosas, os cenários são estonteantes. E nem precisa dizer que Angelina Jolie continua maravilhosa. Se no primeiro filme, porém, ela tinha de impedir que uma antiga seita chamada Iluminatti pusesse as mãos em um objeto que controlava o tempo, agora Lara Croft deve evitar que o terrível cientista Jonathan Reiss (Ciarán Hind) encontre a Caixa de Pandora, que abriga o maior demônio que já existiu. Para concluir sua missão, a heroína passa por Hong Kong, Tanzânia, Grécia, e inclusive pela Grande Muralha da China - esta, cenário de uma incrível corrida de moto - até chegar ao Quênia, país que abriga o poderoso artefato. Lara recebe ainda a companhia do agente renegado Terry Sheridan, vivido pelo ator Gerard Butler, que sai de uma prisão do Casaquistão para ajudá-la. O passado amoroso dos dois cria uma tensão sexual durante toda a aventura - o único aspecto emocional do filme em meio às centenas de socos e pontapés. Personagem ideal - Escolhido a dedo pelos produtores Lawrence Gordon e Lloyd Levin, o diretor De Bont é fã inveterado de heroínas de ação. Tendo no currículo filmes como Twister, Velocidade Máxima e A Casa Amaldiçoada, costuma dizer que Lara Croft é a personagem "ideal" para um diretor como ele. E que Angelina Jolie é a atriz perfeita para dar vida à personagem. Mas logo que a Paramount assinou o contrato para a realização do primeiro filme, os fãs do game enviaram milhares de e-mails com sugestões de atrizes, entre elas Sandra Bullock e Elizabeth Hurley. Mas a escolhida foi mesmo Angelina, que teve de parar de fumar e beber para rodar o longa. A atriz fez ainda uma longa preparação, que incluiu aulas de tiro, artes marciais, mergulho e até ioga, para representar a heroína criada em 1995 por dois programadores de computador cansados da "mesmice" dos heróis de games. Antes de Tomb Raider, Angelina Jolie havia sido cotada para estrelar a versão para o cinema de As Panteras, ao lado de Cameron Diaz e Drew Barrymore. Tudo bem, ela perdeu o posto para Lucy Liu. Mas ganhou a admiração dos fãs de games do mundo inteiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.