Angelina Jolie e sua filha passam bem

Mãe e filha passam bem, conforme informou um médico do hospital onde Angelina Jolie teve sua filha, na noite de sábado, acrescentando que não houve complicações durante o parto.As notícias sobre o nascimento chegaram a Los Angeles, onde o agente de Brad Pitt comunicou a imprensa que o nome que o casal havia escolhido para a menina era Shiloh Nouvel Jolie-Pitt, mas não deu mais nenhuma informação e tampouco distribuiu fotos do bebê.A polícia da Namíbia, onde o casal se instalou em um resort luxuoso, aguardando o nascimento e chamando a atenção da mídia do mundo inteiro para o país, mas concedendo poucas informações sobre o bebê.Um médico do hospital disse à AP que não houve complicações e que a mãe passa bem. "O bebê é saudável", declarou ele, que falou no anonimato porque não tinha autorização de passar a informação adiante. O médico se recusou a dar mais detalhes.O Governo da Namíbia tomou medidas extremas para proteger a privacidade de Angelina e Pitt. Além de intensificar a segurança ao redor do hotel onde o casal se instalou e do hospital, recusou-se a fornecer vistos à jornalistas estrangeiros que não tinham permissão do casal para cobrir o nascimento do bebê. Angelina, que é embaixadora da Boa Vontade da ONU, decidiu ter sua filha na Namíbia para chamar a atenção do mundo para o país."Não há nada que eu possa dizer agora exceto que o nascimento do bebê se tornará público em breve", disse Samuel Nuuyoma, governador da região de Wrongo. Ele disse ainda que só podia confirmar que o bebê é uma menina e nasceu na clínica Welwitschia em Walvis Bay.A polícia cercou o hospital impedindo o acesso de jornalistas e fotógrafos no interior do prédio, prendendo fotógrafos e confiscando filmes.Nuuyoma disse que o casal deve permanecer na Namíbia por tempo indeterminado após o nascimento de Shiloh Nouvel e se recusou a dar mais detalhes.O nascimento da primeira filha do casal Jolie-Pitt movimentou a imprensa nos últimos meses, e cresceu ainda mais quando Pitt enviou um telegrama para o Festival de Cinema de Cannes comunicando que não poderia participar da estréia de Babel, filme do mexicano Gonzales Iñárritu, devido a "iminente chegada" de seu bebê.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.