Luke MacGregor / Reuters
Luke MacGregor / Reuters

Angelina Jolie e Brad Pitt manterão o castelo onde se casaram na França

Atriz pediu o divórcio em setembro de 2016, alegando 'diferenças irreconciliáveis'

AFP

14 Março 2017 | 16h05

Angelina Jolie e Brad Pitt, o ex-casal de ouro de Hollywood, não têm a intenção de vender o castelo ao sul da França onde se casaram em 2014, afirmou nesta terça-feira, 14, a família de vinicultores Perrin, associada à gestão da propriedade.

"Os rumores de venda são falsos", assegurou à AFP Charles Perrin. Esse local "é um investimento para a sua família e seus filhos. Eles nos disseram isso novamente, e participam de tudo que tem a ver com a propriedade", afirmou o vinicultor.

Na propriedade que circunda o castelo de Miraval, situada próxima à Costa Azul francesa, Pitt e Jolie produzem um vinho rosé muito popular nos Estados Unidos.

A propriedade, que conta também com uma grande quantidade de oliveiras, realizou recentemente sua primeira colheita de azeite de oliva.

"Há 12 hectares, e agora que [as oliveiras] têm 12 anos, conseguimos extrair azeite extravirgem 100% orgânico", contou Perrin.

A produção, limitada a 100.000 garrafas de 500 ml, foi colocada à venda pela primeira vez neste mês, por 29 euros a unidade, declarou.

Pitt e Jolie começaram a se relacionar por causa das filmagens de Sr. e Sra. Smith em 2005, quando o casamento do ator com a atriz Jennifer Aniston estava em seu fim.

Jolie pediu o divórcio em setembro de 2016, alegando "diferenças irreconciliáveis".

 

Mais conteúdo sobre:
Hollywood

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.