Angelina e Pitt passam Natal com refugiados colombianos

Os atores Angelina Jolie e Brad Pitt entregaram presentes no Natal a refugiados de guerra colombianos na Costa Rica, informou na terça-feira a agência de refugiados da Organização das Nações Unidas (ONU). Angelina, embaixadora da boa vontade do Alto Comissariado da ONU para Refugiados (Acnur), e Pitt estavam sem os três filhos quando visitaram refugiados que fugiram do conflito na Colômbia. A visita só foi revelada à mídia na terça-feira para evitar fotógrafos. Angelina pediu mais consciência sobre o sofrimento dos refugiados no mundo. "É especialmente chocante que tal tragédia possa continuar, ano após ano, com o restante do mundo dando tão pouca atenção", disse ela na capital da Costa Rica, San José, de acordo com a agência da ONU. O país tem um número estimado de 10 mil refugiados colombianos. "Minha mensagem de Natal para os refugiados colombianos e para as milhões de pessoas desabrigadas na Colômbia é que o mundo não os esqueceu totalmente", disse Angelina. Até três milhões de pessoas foram forçadas a fugir de suas casas na Colômbia devido ao conflito de quatro décadas no país, de acordo com estimativas da ONU. Outras 500 mil vivem no exterior. Durante a viagem à Costa Rica, o casal visitou negócios colombianos financiados por microcrédito, incluindo uma padaria onde receberam um bolo de Natal. Eles deram presentes a famílias colombianas e conferiram apresentações de danças típicas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.