Reuters
Reuters

Angelina deixa Brad Pitt com os filhos para visitar Haiti

Atriz teve um encontro informal com vários jovens que residem no centro Aldeias Infantis SOS

EFE,

10 Fevereiro 2010 | 17h55

A atriz Angelina Jolie contou a jovens haitianas que deixou Brad Pitt em casa com os seis filhos do casal enquanto ela visitava um centro de atendimento a menores da ONG Aldeias Infantis SOS em Porto Príncipe, a capital do Haiti.

 

Embaixadora da boa vontade do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur), Angelina chegou a Porto Príncipe na terça-feira para ver a situação da capital haitiana após o terremoto de 12 de janeiro e percorreu as instalações da Aldeias Infantis SOS.

 

Lá, conheceu os programas de atendimento aos menores e deu alguns presentes, relatou à Agência Efe o diretor do projeto de emergência da entidade, Edgar Orantes.

 

Angelina teve um encontro informal com vários jovens que residem no centro e as meninas aproveitaram para perguntar por que não estava acompanhada do marido.

 

Durante a visita, que durou cerca de uma hora, a estrela percorreu dois dos 19 grupos ou "famílias" em que o centro está organizado e conversou com os funcionários do lugar.

 

A atriz, de 34 anos, pediu aos responsáveis pela Aldeias Infantis SOS que levem à sociedade a mensagem de que agora não é o momento de incentivar as adoções de crianças, mas de trabalhar pelo reagrupamento dos menores com suas famílias.

 

"Talvez dentro de dois anos se possa considerar a opção das adoções, mas por enquanto é preciso favorecer as reuniões e proteger as crianças", explicou Orantes.

Mais conteúdo sobre:
Angelina Jolie

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.