Ang Lee não se sente pressionado para receber Oscar

O aclamado diretor Ang Lee afirma se sentir menos pressionado em receber o Oscar pelo filme O Segredo de Brokeback Mountain do que se sentia há cinco anos, pela produção O Tigre e o Dragão. "Estou mais tranqüilo agora", disse à repórteres de Taiwan na véspera da cerimônia. "Da outra vez estava mais nervoso porque eu abri caminho para uma missão cultural pelo fortalecimento da indústria de filmes falados em chinês" afirmou o diretor, nascido em Taiwan. O Tigre e o Dragão não rendeu a Lee o Oscar de melhor diretor em 2001, apesar de sua aclamada realização artística de um filme sobre kung fu. Este ano, o diretor voltou a concorrer à estatueta e pode ser o primeiro asiático a receber o prêmio. História de amorA história de amor entre dois caubóis apresentada em "O Segredo de Brokeback Mountain" se tornou tão popular nos Estados Unidos que criou uma espécie de "fenômeno cultural", afirmou Lee, adicionando que a resposta do público tomou proporções que ele não esperava.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.