Andy Garcia filma a Havana dos anos 50

Andy Garcia embarca hoje rumo à República Dominicana para dar início aos trabalhos de The Lost City, longa-metragem que irá dirigir e estrelar. O filme reúne astros como Bill Murray e Dustin Hoffman, além do próprio Garcia, mas será rodado como produção independente, sem a máquina dos grandes estúdios.The Lost City se passa nos anos 50, em Cuba. Tem sua trama assinada por um dos maiores escritores deste país, Guillermo Cabrera Infante, um ferrenho opositor do regime de Fidel Castro, que se exilou em Londres em 1965.Segundo a assessoria de Garcia, o filme conta uma "história de amor e traição" em Havana, durante a tomada de poder por Castro, sucedendo o ditador Fulgencio Batista. O personagem principal do filme, previsto para ser lançado em 2005, será um exilado do novo regime.Garcia nasceu também em Cuba, em 1956, tendo deixado o país aos 5 anos, com sua família, rumo à Flórida. Segundo sua assessoria, ele escolheu rodar The Lost City na República Dominicana pelas similaridades culturais e arquitetônicas que mantêm com Cuba, além de questões orçamentárias. A assessoria acrescenta que Garcia está fazendo o filme "por amor a seu país".Há mais duas produções internacionais com locações na República Dominicana, vizinha do Haiti, na ilha Hispaniola. Uma é a adaptação de A Festa do Bode, do peruano Mario Vargas Llosa, dirigida por seu primio Luis Llosa, com Isabella Rosellini e Edward James Olmos no elenco. Outra é Negocios Son Negocios, que deve começar a ser rodada em julho, pela argentina Guadalupe Subiela.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.