Ancinav deve mudar de nome para Anav

Reunidos em Brasília no início da semana, integrantes do Conselho Superior de Cinema (CSC) chegaram a um consenso: talvez seja necessário mudar o nome da Agência Nacional de Cinema e do Audiovisual (Ancinav), que ainda nem nasceu, para simplesmente Anav (Agência Nacional do Audiovisual). Esse foi um tema, entre os vários tratados durante a reunião que durou 10 horas em Brasília, na terça. "Não foi um ponto muito importante da reunião, e também não foi decidido nem votado, mas alguns conselheiros ponderaram que a mudança talvez seja importante", disse ontem Orlando Senna, secretário do Audiovisual do MinC, que concorda com a proposta. "Só a França e o Brasil estão usando o cinema no nome de sua agência reguladora do setor", ele ponderou. "A questão é que o termo audiovisual engloba o cinema, então fica uma coisa meio torta, na minha opinião". A relevância da medida, embora pareça meramente cosmética, é explicada pelos conselheiros favoráveis a ela como uma forma também de não centralizar os temas da agência em torno de um único setor. A reunião do CSC dessa semana foi "proveitosa", na avaliação dos participantes. Os conselheiros concluíram as discussões sobre os livros 1 e 3 do anteprojeto que criará a Ancinav, e devem agora, na próxima terça, dia 21, às 10h, também em Brasília, encarar o livro 3. A agenda das discussões prossegue nos dias 28 e 29, com análise dos diferentes artigos. No dia 6, está prevista a última reunião da Ancinav, dessa vez com a participação dos ministros que integram o conselho, para a aprovação final do texto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.