Rosana Bekierman/AE
Rosana Bekierman/AE

Ana Maria Nascimento e Silva, atriz e apresentadora, morre no Rio

Viúva do cineasta Paulo César Saraceni tinha câncer de mama

Redação

01 Dezembro 2017 | 10h39

Atriz, produtora e apresentadora, Ana Maria Nascimento e Silva morreu na nesta quinta-feira, 30, no Rio de Janeiro. Aos 65 anos, ela lutava contra um câncer de mama. 

O velório foi marcado para sábado, 2, no Memorial do Carmo, localizado na zona Norte do Rio, a partir das 9h. A cerimônia será realizada até às 15h, quando a artista será cremada. 

Ana Maria era viúva de Paulo César Saraceni, morto em 2012. Ela deixa dois filhos e duas netas. 

Filha de Harry Anastassiadi, ex-presidente da Fox Film na América Latina, a atriz era também formada em história da arte e realizou curtos de especialização na Europa. 

O cinema entrou de fato na vida de Ana Maria no filme Paraíso no Inferno, de 1977, dirigido por Joel Barcelos.  A carreira na tela grande incluiu atuações em produções como O Bem Dotado – O Homem de Itu, longa de 1978 no qual ela atuava ao lado de Nuno Leal Maia.

Nos anos 1980, a atriz participou de produções como A Mulher Sensual (1981) e Ao Sul do Meu Corpo, com direção de Paulo César Saraceni. 

Dentre as novelas nas quais Ana Maria atuou estão sucessos como O Salvador da Pátria, no ar em 1989, Quatro por Quatro (1994) e Zazá (1997).

 

Mais conteúdo sobre:
Ana Maria Nascimento E Silva

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.