"Ana em Veneza" deve virar filme em 2003

Ana em Veneza, o premiado romance de João Silvério Trevisan, vai virar filme. Esse é o projeto ao qual o cineasta Sylvio Back - que no momento trabalha na finalização de seu mais recente longa, Lost Zweig -, pretende se dedicar em 2003. "O meu projeto para o ano que vem é uma adaptação de Ana em Veneza, cujo roteiro escrevi em colaboração com o cineasta e roteirista inglês, Andrew Hood", adianta Back."O filme vai traçar a incrível história de Ana Waru, mucama de Julia (a mãe brasileira do escritor alemão Thomas Mann), seqüestrada da África para o Brasil e depois ´exportada´ para a Alemanha", explica o cineasta. E compara: "Se em Lost Zweig (que trata do suicídio do autor austríaco no Brasil) o expatriamento é moral, racial e político-ideológico, em Ana em Veneza o desenraizamento é da alma". Lançada em 1994, a obra de Trevisan ganhou o prêmio de melhor ficção do ano da Associação Paulista dos Críticos de Arte e o Jabuti de melhor livro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.