'Amour', do austríaco Michael Haneke, conquista Palma de Ouro em Cannes

Diretor já havia levado o prêmio em 2009, com 'A Fita Branca'; novo filme conta história de amor de casal de idosos.

BBC Brasil, BBC

27 de maio de 2012 | 16h33

O diretor austríaco Michael Haneke conquistou neste domingo sua segunda Palma de Ouro no Festival de Cannes com o filme "Amour".

Haneke já havia conquistado o prêmio em 2009, com "A Fita Branca".

Estrelado por dois ícones do cinema francês - Emmanuelle Riva, 85 anos, e Jean-Louis Trintignant, 81, "Amour" trata da relação de um casal de idosos que tem de lidar com a proximidade da morte.

O Grande Prêmio do Júri (Grand Prix), segundo principal prêmio de Cannes, ficou com o italiano Matteo Garrone, pela sátira "Reality".

O diretor britânico Ken Loach levou o Prêmio do Júri por "The Angels Share".

O filme "Na Estrada", do brasileiro Walter Salles, uma adaptação da obra de Jack Kerouac, não conquistou nenhum prêmio.

Outros premiados

O longa romeno "Beyond the Hills", de Cristian Mungiu, conquistou dois prêmios: o de melhor roteiro e o de melhor atriz, dividido entre Cosmina Stratan e Cristina Flutur.

O prêmio de melhor ator foi para o dinamarquês Mads Mikkelsen, por sua atuação em "The Hunt".

O mexicano Carlos Reygadas foi escolhido o melhor diretor com "Post Tenebras Lux".

"Beasts of the Southern Wild", de Benh Zeitlin, levou a Camera D'Or.

O júri desta 65ª edição do festival foi presidido pelo italiano Nanni Moretti, e os vencedores anunciados em uma cerimônia no Grande Teatro Lumière do Palácio de Festivais de Cannes. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.