Netflix
A atriz Emma Roberts e Luke Bracey em 'Amor com Data Marcada', da Netflix Netflix

'Amor Com Data Marcada', com Emma Roberts, já está na Netflix

Primeira comédia natalina de 2020 está disponível na plataforma de streaming

Camila Tuchlinski, O Estado de S.Paulo

29 de outubro de 2020 | 12h46

Este ano já deu provas de ser atípico, não é? Mal percebemos a passagem da Páscoa, Dia das Mães, Dia das Crianças. Agora, os supermercados já dão sinais de que o Natal está chegando, com a comercialização precoce de panetone e afins. E a Netflix disponibiliza a primeira comédia romântica natalina de 2020. Trata-se de Amor Com Data Marcada, com a atriz Emma Roberts



Disponível na plataforma de streaming desde esta quarta-feira, 28, a comédia romântica conta a história de Sloane, vivida por Emma, uma jovem que acredita estar bem resolvida no quesito amor. Já Jackson, interpretado pelo ator Luke Bracey, é um solteiro que busca diversão sem romance. 

Sloane e Jackson se conhecem durante uma festa de Natal. Em um mundo em que as relações são líquidas, com poucas chances de compromisso, os dois fazem um pacto: em ocasiões especiais, um seria acompanhante do outro, como namorados. O trato valeria por um ano. Será que dará certo?

Amor Com Data Marcada parece uma boa dica de filme, em um ano tão marcado pelo pessimismo e medo do futuro.

Assista ao vídeo:

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Comédia romântica para os amantes de chocolate

"Românticos Anônimos" é daquele tipo de filme para se ver numa data como esta sexta-feira, antevéspera do Natal. Trata-se de uma comédia romântica ingênua, sem muitos dramas ou reviravoltas, onde tudo dá certo, fica lindo e nem por isso perde a graça. E o melhor, com sabor de chocolate. A produção belgo-francesa conta a história de duas pessoas extremamente tímidas e, ao mesmo tempo, completamente apaixonadas. Por chocolate. Jean-René (interpretado por Benoît Poelvoorde) é o dono de uma fábrica da iguaria que está prestes a falir. Angélique Delange (Isabelle Carré) é uma exímia chef chocolatier que procura emprego na fábrica de Jean-René. Mas em vez de fazer chocolate, é designada como representante de vendas

FELIPE BRANCO CRUZ, Agência Estado

23 de dezembro de 2011 | 09h24

A direção ficou a cargo de Jean-Pierre Améris, que imprimiu à história leveza jovial e boa fluidez. Tão certa quanto a diversão com o romance travado do casal, é a vontade louca de comer chocolate que vai bater na saída do cinema.

Tudo o que sabemos sobre:
cinemaRomânticos Anônimos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.