Almodóvar caiu no sofá e chorou

Quando soube que havia sido indicado para o Oscar (duas indicações, para melhor diretor e melhor roteiro original), o diretor espanhol Pedro Almodóvar disse que caiu sentado no sofá, ficou sem ar e começou a chorar de emoção. "Ter duas indicações em categorias importantes é insólito, é histórico (para o cinema espanhol) e coube a mim. Por isso, sinto uma enorme emoção que quero compartilhar com todo o cinema espanhol", disse ontem o cineasta em Madri. Fale com Ela (em cartaz em São Paulo) consagrou Almodóvar na terra do cinema, os Estados Unidos. Há poucas semanas, o filme ganhou o Globo de Ouro, derrotando candidatos fortes como o brasileiro Cidade de Deus, de Fernando Meirelles. Mas o Oscar não é novidade na carreira de Almodóvar. Ele já havia sido indicado em 1989 com Mulheres à Beira de um Ataque de Nervos, e em 2000, recebeu outra indicação, dessa vez por Tudo Sobre Minha Mãe, e levou o Oscar de melhor filme estrangeiro. Agora, o governo espanhol não havia escolhido Fale com Ela para representar o país na categoria. Mesmo assim, Almodóvar recebeu duas indicações importantes.

Agencia Estado,

13 de fevereiro de 2003 | 10h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.