Alfredo Bertini/Divulgação
Alfredo Bertini/Divulgação

Alfredo Bertini, secretário do Audiovisual, pede demissão do Ministério da Cultura

Segundo uma fonte do Minc, que pediu para não ser identificada, ele ficou sem apoio depois da saída de Marcelo Calero no mês passado

Amilton Pinheiro, O Estado de S.Paulo

08 Dezembro 2016 | 19h24

Alfredo Bertini deixou nesta quinta, 8, o cargo de secretário do Audiovisual (Sav), órgão ligado ao Ministério da Cultura (MinC). Ele havia sido nomeado pelo ex-ministro Marcelo Calero em junho. Segundo uma fonte do MinC, que pediu para não ser identificada, Bertini ficou sem apoio depois que Marcelo Calero, substituido por Roberto Freire, pediu demissão no mês passado. Ainda segundo essa fonte, logo após a saída de Calero, Bertini ficou duas semanas em Recife sem voltar para Brasília e alegou que estava passado por problemas de saúde.

O Estado entrou em contato com o ex-secretário por telefone, mas ele disse que estava de licença médica e que só falaria a respeito na próxima semana. Porém revelou que o pequeno problema de saúde que teve foi contornado , mas que agora ele precisa descansar.

A fonte ouvida pelo Estado falou que um dos nomes cogitados para substituir Alfredo Bertini é o da atual secretária-executiva do Ministério da Cultura, Mariana Ribas, que já foi presidente da Rio Filmes e que deixará o cargo quando o cineasta João Batista de Andrade assumir a pasta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.