Gonzalo Fuentes/Reuters
Gonzalo Fuentes/Reuters

Alain Delon já cogita a própria morte por eutanásia, diz filho

Segundo Anthony Delon, ator de 86 anos já teria perguntado a ele sobre ajuda para o possível procedimento no futuro; em declarações anteriores, francês afirmou que vê a decisão como 'lógica e natural'

Redação, O Estado de S.Paulo

19 de março de 2022 | 19h20

O ator francês Alain Delon, 86, teria pedido auxílio ao filho, Anthony, para lhe ajudar com o procedimento de eutanásia em um futuro próximo. "Sim, é verdade, ele me perguntou isso", disse Anthony durante recente coletiva sobre o lançamento do livro Entre Chien et Loup, sobre possível decisão do pai. 

Segundo informações do site Le Point, o filho teria prometido ao ator acompanhá-lo até o fim, seguindo as instruções dadas para o momento de finalizar tudo. De acordo com ele, sua mãe, Nathalie, também cogitou a eutanásia enquanto sofria com um câncer no pâncreas, do qual foi vítima fatal em janeiro de 2021. "Felizmente, não recorremos a isso [eutanásia]. Digo felizmente porque tudo estava pronto, tínhamos até uma pessoa [para realizá-la", disse Anthony. 

Aposentado desde 2017, o ator sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) em 2019 e já deu algumas declarações a respeito da vida em ocasiões anteriores. À TV5 Monde, em 2021, afirmou: "Sou a favor. Em primeiro lugar, porque vivo na Suíça, onde a eutanásia é possível. Também considero a coisa mais lógica e natural. A partir de uma certa idade, de um determinado momento, temos o direito de partir com calma, sem passar por hospitais, injeções, ou coisas do tipo. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.