Divulgação
Divulgação

Al Pacino pede desculpas por cantar em filme sobre astro do rock

'Sinto muito sobre o canto, mas eu tenho que fazer isso no filme'

Reuters

19 Maio 2015 | 10h05

" SRC="/CMS/ICONS/MM.PNG" STYLE="FLOAT: LEFT; MARGIN: 10PX 10PX 10PX 0PX;

Al Pacino pediu desculpas nesta segunda-feira por cantar no filme no qual interpreta o astro do rock Danny Collins.

Com 75 anos, o ator proporciona um raro tom humorístico ao filme sobre um cantor que descobre uma carta escrita a ele por John Lennon quatro décadas antes.

Na estreia londrina de Não Olhe para Trás (Danny Collins), no Ham Yard Hotel, ele brincou: "Sinto muito sobre o canto, mas eu tenho que fazer isso no filme."

Também conhecido por atuar em O Poderoso Chefão e Scarface, ele admitiu ter sofrido quando viu que o roteiro exigia que ele se apresentasse na frente de uma multidão.

"Vou dizer uma coisa que a gente aprende quando canta em frente a uma plateia: é realmente difícil", disse ele.

No tapete vermelho para a pré-estreia em Londres também estava o músico britânico Steve Tilston, que recebeu uma carta de Lennon 40 anos depois de ter sido enviada e cuja experiência inspirou o filme.

Aqui no Brasil o longa já está em cartaz em várias salas.

(Reportagem de Edward Baran, da Reuters TV)

Mais conteúdo sobre:
CinemaAl Pacino

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.