Al Pacino mostra O Mercador de Veneza em festival

O ator norte-americano Al Pacino esteve ontem no Festival de Veneza para apresentar seu novo filme, que foi exibido fora da competição. O Mercador de Vezeza, da obra de William Shakespeare, foi adaptado e dirigido pelo britânico Michael Radford. Nesta versão, o agiota judeu Shyklock, interpretado por Al-Pacino, recebeu um tratamento maio humano. Ele quer se vingar do comerciante cristão Antonio, interpretado por Jeremy Irons.O diretor Michael Radford disse que o filme não deve ser visto como um conto sobre as tensões entre cristãos e judeus, mas como um documentário sobre o problema moderno entre as duas culturas.Al Pacino disse que nunca tinha pensado em fazer o Mercador de Vezeza e que só se interessou pelo papel depois de ver o roteiro escrito por Radford. Segundo o ator, o texto capta a condição humana do personagem do judeu Shylock o que permite "tentar entender seu passado, que o levou a ser como é: triste, e, às vezes, desesperado".Radford afirma que O mercador de Veneza, ambientado por volta de 1500, é uma obra moderna e mostra a situação de duas culturas que não se entendem em costumes e religião.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.