Loic Venance / AFP
Loic Venance / AFP

Acusado de estupro e agressão sexual, Gérard Depardieu é investigado na França

Segundo o canal 'FranceInfo', acusadora é uma jovem atriz e escritora que trabalhava em um projeto literário

EFE

30 de agosto de 2018 | 14h39

Gérard Depardieu, um dos atores franceses mais célebres do país, é alvo de uma investigação na França por "estupro e agressão sexual", como consta em uma denúncia realizada em 27 de agosto em Aix-en-Provence (sudeste), informaram à Agência Efe fontes judiciais.

"A Promotoria de Paris encarregou à Polícia Judicial a investigação preliminar pelas acusações de estupro e agressão sexual", apontaram as mesmas fontes, que não forneceram mais detalhes.

Depardieu, nascido há 69 anos em Châteauroux (centro da França), é conhecido pelo grande público por filmes como Cyrano de Bergerac (1990) e Asterix e Obelix (1999-2012).

O ator, que deixou de residir na França em 2012 por conta da alta carga tributária que pagava, negou "categoricamente qualquer agressão sexual e estupro", afirmou seu advogado ao canal de televisão BFMTV.

Segundo fontes judiciais, a Promotoria de Paris assumiu a investigação em 29 de agosto, depois que o órgão de Aix-en-Provence, onde foi recebida a denúncia, "se desvinculou" das investigações.

"A Promotoria não fará nenhum comentário sobre as investigações", indicou a instância judicial.

Por enquanto, se desconhece o lugar dos supostos fatos e a identidade da denunciante.

Segundo o canal FranceInfo, trata-se de uma jovem atriz e escritora que trabalhava em um projeto literário sobre uma personalidade do cinema de quem Depardieu é próximo.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.