Acusada de perseguir ator John Cusack vai a julgamento

Uma mulher de 33 anos presa sob acusação de perseguir o ator John Cusack foi considerada, nesta quarta-feira, mentalmente capaz para ir a julgamento. Emily Diane Leatherman foi presa em março, perto da casa do astro de "Alta Fidelidade", na exclusiva praia de Malibu, Califórnia. Mas o caso havia sido suspenso enquanto ela era examinada por um psiquiatra indicado pelo tribunal. A juíza da Corte Superior de Los Angeles Susan Speer considerou Leatherman mentalmente capaz após rever o relatório do psiquiatra e determinou o julgamento para o dia 9 de setembro. Ela está presa desde a detenção e pode pegar até três anos de cadeia caso seja condenada. Leatherman também havia sido detida anteriormente perto da casa do ator Tom Cruise, em Beverly Hills. (Reportagem de Dan Whitcomb)

REUTERS

08 Agosto 2013 | 19h00

Mais conteúdo sobre:
FILME CUSACK

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.