Acusada de perseguir ator John Cusack vai a julgamento

Uma mulher de 33 anos presa sob acusação de perseguir o ator John Cusack foi considerada, nesta quarta-feira, mentalmente capaz para ir a julgamento. Emily Diane Leatherman foi presa em março, perto da casa do astro de "Alta Fidelidade", na exclusiva praia de Malibu, Califórnia. Mas o caso havia sido suspenso enquanto ela era examinada por um psiquiatra indicado pelo tribunal. A juíza da Corte Superior de Los Angeles Susan Speer considerou Leatherman mentalmente capaz após rever o relatório do psiquiatra e determinou o julgamento para o dia 9 de setembro. Ela está presa desde a detenção e pode pegar até três anos de cadeia caso seja condenada. Leatherman também havia sido detida anteriormente perto da casa do ator Tom Cruise, em Beverly Hills. (Reportagem de Dan Whitcomb)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.