Dan Hallman/AP
Dan Hallman/AP

Academia de Hollywood convoca exército de peso para apresentações musicais

U2, Pharrell Williams, Karen O e Idina Menzel foram convocados para cantar na cerimônia

Ubiratan Brasil, Los Angeles - O Estado de S.Paulo

02 de março de 2014 | 19h48

Preocupada com a audiência cada vez mais crescente da entrega dos prêmio Grammy (já a segunda maior transmissão de evento nos EUA, atrás apenas do Super Bowl), a Academia de Hollywood prepara uma cerimônia com muita música para este domingo. Para isso, contou com sorte de ter, entre os finalistas a melhor canção, uma pequeno exército de grandes nomes. São eles: U2, defendendo Mandela: Long Walk to Freedom, Pharrell Williams (Meu Malvado Favorito 2), Karen O (Ela) e Idina Menzel (Frozen: Uma Aventura Congelante).

Os produtores da cerimônia, Craig Zadan e Neil Meron, anunciaram ainda que Pink e a veterana Bette Midler farão uma apresentação surpresa. Também está prevista uma homenagem aos 75 anos de O Mágico de Oz, adorável musical que será lembrado pelos filhos da atriz Judy Garland - entre ele, Liza Minnelli.

Outra medida para atrair o público jovem será a de lembrar heróis que marcaram presença no cinema. Heróis reais (como Mandela e Gandhi), fictícios (Indiana Jones), de animação (Os Incríveis) e especialmente aqueles que vieram das páginas de quadrinhos (Superman e  Batman).

"As pessoas vão ao cinema em busca de diversão mas também de inspiração, especialmente aqueles que acrescentam algo às suas vidas", disseram Zadan e Meron.

A dupla preparou também uma participação especial para Kim Novak, atriz de clássicos como Um Corpo que Cai, que está com 81 anos. Ela poderá apresentar os artistas que morreram no ano passado.

Além disso, o palco será constantemente ocupado por jovens atores como Andrew Garfield, Zac Efron, Chris Hemsworth, Emma Watson e Jennifer Lawrence, que vão dividir espaço com estrelas consagradas como Robert De Niro, Sidney Poitier, Harrison Ford, Daniel Day-Lewis, entre outros.

Tudo o que sabemos sobre:
Prêmio Oscar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.