Bruno Machado
Bruno Machado

'A Vida Invisível', de Karim Aïnouz, é premiado em festival de cinema na Espanha

Longa é o escolhido do Brasil para concorrer a uma vaga na disputar pelo Oscar de filme estrangeiro; estreia em 21 de novembro, veja trailer

Redação, EFE

26 de outubro de 2019 | 13h30

A Vida Invisível, dirigido por Karim Aïnouz, recebeu neste sábado o prêmio Espiga de Prata, o segundo mais importante da Semana Internacional de Cinema (Seminci), realizado na cidade de Valladolid, na Espanha.

A obra tem no elenco Fernanda Montenegro, que interpreta a Eurídice Gusmão nos dias atuais, enquanto Carol Duarte dá vida a personagem nos anos 1950. Gregório Duvivier e Julia Stockler são outros destaques.

O longa, que representará o Brasil na disputa do Oscar de melhor filme estrangeiro, tem data prevista para lançamento no país em 21 de novembro deste ano.

Carol Duarte e Julia Stockler, além disso, dividiram o prêmio de melhor atriz no Seminci. Levan Gelbakhiani, por sua vez, foi escolhido o melhor ator, pela atuação em And Then We Danced, da Geórgia, que mostra as dificuldades encontradas pelos homossexuais no país, de ferrenha moral ortodoxa.

O flime Öndög, do diretor chinês Wang Quan'an, conquistou a Espiga de Ouro, prêmio máximo do festival. A obra, ambientada nas estepes da Mongólia, também foi reconhecido pela melhor fotografia, que ficou a cargo de Aymerich Pilarsky. 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Karim Aïnouzcinema

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.