Mark Blinch/REUTERS
Mark Blinch/REUTERS

'A Rainha de Katwe', da Disney, conta história de heroína do xadrez em Uganda

A atriz Lupita Nyong'o e o ator David Oyelowo apresentaram o novo filme, que estreia dia 23, no Festival Internacional de Cinema de Toronto

Reuters

12 de setembro de 2016 | 16h39

TORONTO - O xadrez pode não ser o esporte mais chamativo para se ver em um filme, mas a história real de uma menina pobre de Uganda que supera obstáculos para se tornar uma campeã do tabuleiro transcende o jogo em si, de acordo com o elenco de A Rainha de Katwe.

A produção da Walt Disney, cuja estreia mundial acontece no dia 23 de setembro, é uma "história africana de afirmação da vida", disse o astro David Oyelowo à Reuters no tapete vermelho do lançamento do filme no Festival Internacional de Cinema de Toronto no último sábado, 10.

"Como descendente de africanos, não vemos o suficiente disso, acredito, no cinema, nem na imprensa, então estou muito orgulhoso de ver uma história como esta feita pela Disney", acrescentou Oyelowo.

A Rainha de Katwe acompanha Phiona Mutesi, uma garota sem educação formal que é criada pela mãe solteira e pelos irmãos em Katwe, um bairro pobre da capital ugandense, Kampala.

 A verdadeira Phiona Mutesi, que hoje tem cerca de 20 anos de idade, compareceu à estreia, e a jovem campeã de xadrez disse que não podia acreditar que fizeram um filme sobre a sua vida.

 "Sou só uma pessoa do meio do nada, e agora estou chegando a este ponto. Não consigo acreditar. É realmente empolgante", afirmouo ator.

 

Tudo o que sabemos sobre:
DisneyXadrez

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.