A fileira maldita

Até os arquitetos que projetaram as salas concordam que primeira fila é o pior lugar

Thais Caramico,

08 Fevereiro 2024 | 17h27

No filme ‘Os Sonhadores’, de Bernardo Bertolucci, os cinéfilos vividos por Michael Pitt e Eva Green adoram a primeira fila porque ali, dizem, recebem as imagens antes de todo mundo. Em alguns cinemas de São Paulo, porém, eles correriam o risco de não enxergá-las direito. Por aqui, sentar na primeira fila é como assistir a um jogo de tênis - para acompanhar a legenda, por exemplo, às vezes é preciso abrir mão do resto da imagem. Mas por que os cinemas insistem em mantê-la tão próxima da tela? "O cliente determina o número de lugares que a sala deve ter", explica o arquiteto Roberto Campanhã, que trabalha para a Cinemark. Os responsáveis pelos projetos da Playarte e do Reserva Cultural fazem coro de que estão dentro do padrão. "Há uma norma internacional que exige uma distância entre a tela e a primeira fila, que varia de acordo com a proporção do tamanho do auditório e do telão", diz Ruy Ohtake, que projetou salas da Playarte. Mas até eles concordam: é a fileira dos cadeirantes (geralmente a terceira) a primeira fila "de fato". "Não poderíamos colocá-los na primeira", diz Conrado Ferres, que também trabalha para a Cinemark. As outras, portanto, só servem para acomodar quem tem o azar de chegar atrasado a uma sessão lotada. UMA EXPLICAÇÃO POR RECLAMAÇÃO A interferência do cliente e a estrutura do local escolhido para abrigar as salas acabam fazendo com que os cinemas nem sempre sejam organizadas de forma ideal, dizem os arquitetos. Para transformar o Gazetinha nas quatro salas do Reserva Cultural, Naassom Ferreira Rosa não pôde mexer na altura do espaço. "O teto é um teatro e o piso, um estacionamento", diz. Mesmo assim, funcionou. "A sala tipo stadium é a melhor, mas depende da altura disponível", conta Roberto Campanhã, da Cinemark. "Aproveitamos o espaço em cima dos banheiros e da bonbonnière para ter maior inclinação." Thais Milani, da mesma rede, alerta para a questão dos corredores: "Devem ser laterais, pois o centro é o melhor lugar para assistir ao filme".

Mais conteúdo sobre:
Oscar dos cinemas 2008

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.