Tamanduá Vermelho
Tamanduá Vermelho

'A Febre', de Maya Da-Rin, é escolhido para representar o Brasil no Prêmio Goya

Premiação é a principal honraria do cinema espanhol; filme concorreu com outros longas, como 'Aos Olhos de Ernesto' e 'Todos os Mortos'

Redação, O Estado de S.Paulo

23 de agosto de 2021 | 18h46

O filme A Febre, de Maya Da-Rin, foi escolhido para representar o Brasil na disputa pelo Prêmio Goya, a principal honraria do cinema espanhol, cuja 36ª edição será celebrada no dia 12 de fevereiro de 2022. 



A escolha foi feita por uma comissão de seleção formada pela Academia Brasileira de Cinema e Artes Audiovisuais e A Febre concorreu com outros longas, como Aos Olhos de Ernesto e Todos os Mortos. O filme de Maya Da-Rin concorre a uma indicação na categoria de Melhor Filme Ibero-Americano. A premiação é conhecida como o 'Oscar espanhol'. 

A Febre retrata Justino (Regis Myrupu), um indígena que é guarda do porto de Manaus. Sua filha se prepara para a faculdade de medicina, em Brasília, quando Justino se vê acossado por uma febre misteriosa e uma série de estranhos ataques a animais ganha destaque nos noticiários amazonenses. No Brasil, o filme está disponível no catálogo da Netflix.

 

Presidente da comissão de seleção, Flávio R. Tambellini justificou a escolha dizendo que "A Febre é um filme sensível não apenas pela linguagem, como também pela temática indígena e amazônica, que tem hoje uma enorme relevância global”, diz.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.