A dupla Stiller & Owen volta como Starsky & Hutch

O saudosismo parece ser o lubrificante preferido das engrenagens de Hollywood. Os remakes se espalham pelo circuito em adaptações para desenhos (Flintstones, Scooby-Doo), quadrinhos ( Homem-Aranha, X-Men, Demolidor, A Liga Extraordinária) e do próprio cinema ( Shaft, Psicose, Onze Homens e Um Segredo, entre outros). Na cultura dos seriados dos anos 70, os roteiristas deitam e rolam - As Panteras, Hulk, Missão Impossível e S.W.A.T. são algumas das séries que saltaram da telinha para a telona recentemente. Agora as salas brasileiras preparam-se para receber a versão cinematográfica para Starsky & Hutch, com estréia prevista para 23 de abril. Nos Estados Unidos, a fita roda desde a primeira semana de março e seu desempenho no primeiro final de semana de exibição foi estimulante: arrecadou US$ 29 milhões e só ficou atrás do imbatível A Paixão de Cristo, de Mel Gibson. No domingo anterior à estréia, os protagonistas Ben Stiller e Owen Wilson apareceram na cerimônia do Oscar caracterizados como seus personagens para anunciar o prêmio de Melhor Curta-Metragem de Animação. No filme, Stiller faz o papel de Starsky. Wilson está na pele de Hutch. Paul Michael Glaser e David Soul viviam os personagens no seriado. O enredo gira em torno da dupla de detetives que percorre as ruas de Los Angeles a bordo do Ford Torino Vermelho estampado no alto desta página. O carrão, aliás, era objeto de desejo dos fãs da série e até ganhou uma linha exclusiva da montadora, com a larga faixa branca sobre a lataria vermelha. O nome do modelo, claro, era Starsky & Hutch. Stiller e Wilson fazem uma parceria bem entrosada e a química já vem de cinco longas-metragens anteriores à adaptação do seriado. O filme conta ainda com o rapper Snoop Dogg no papel de um informante da dupla.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.