Divulgação
Divulgação

'A Culpa é das Estrelas' é o filme mais visto no Brasil em 2014

Adaptação do livro best-seller de John Green ganhou em público, mas perdeu em receita para ‘Malévola’; veja ranking

Maria Fernanda Rodrigues, O Estado de S. Paulo

30 Dezembro 2014 | 16h07

Nos cinemas e nas livrarias, este foi, definitivamente, o ano de A Culpa é das Estrelas. A história criada pelo americano John Green em seu sexto romance acompanha dois adolescentes que estão descobrindo o amor, lidando com os conflitos da idade e, sobretudo, lutando pela vida – o drama não é pequeno: os dois têm câncer. O livro, publicado originalmente em 2012, ajudou a popularizar um novo tipo de literatura entre os jovens leitores, o sick-lit, e eles lotaram os cinemas em 2014 para conferir a adaptação. 

O filme de Josh Boone foi o campeão de bilheteria no País, com 6,2 milhões de espectadores desde a estreia, em junho, de acordo com o ranking do site Filme B. E seu sucesso deu novo gás ao livro, que voltou a ficar entre os best-sellers. Segundo a lista de mais vendidos do site Publishnews, especializado em mercado editorial, A Culpa é das Estrelas ocupa o topo do ano entre as obras de ficção.

Malévola, com 5,8 milhões de espectadores, e Rio 2, com 5,2 milhões, ficaram em segundo e terceiro lugares e foram seguidos por X-Men – Dias de Um Futuro Esquecido (4,9 mi), Noé (4,8 mi), Jogos Vorazes: A Esperança – Parte 1 (4,7 mi), Capitão América – O Soldado Invernal (4,65 mi), Como Treinar Seu Dragão 2 (4,63 mi), Transformers – A Era da Extinção (4,5 mi) e Planeta dos Macacos: O Confronto (4 mi).

Apesar de ter ficado na 6.ª posição, Jogos Vorazes, também adaptado de um livro best-seller, conquistou todo esse público em pouco mais de um mês – ele estreou em 20 de novembro, enquanto a maioria dos filmes da lista entrou em cartaz entre maio e junho. Só no primeiro fim de semana, 1,9 mi de pessoas viram o filme – recorde de público para o período este ano.

Os três mais rentáveis, ainda segundo o Filme B, foram Malévola (R$ 74,5 mi), A Culpa é das Estrelas (R$ 69,5 mi) e Noé (68,4 mi). O menos rentável entre os mais vistos foi Como Treinar o Seu Dragão 2 (R$ 55,3 mi).

Outro levantamento anunciado agora: o de filmes mais pirateados do ano no mundo. No topo da lista da Expicio, divulgada pela revista Variety, está O Lobo de Wall Street. O longa com Leonardo DiCaprio teve 30 milhões de downloads. A animação Frozen, com 29,9 milhões, e Robocop (2014 e 1987), com 29,8 milhões aparecem na sequência. O ranking tem ainda Gravidade (29,3 mi), O Hobbit: A Desolação de Smaug (27,6 mi), Thor (25, 7 mi), Capitão América (25,6 mi), Hércules (25,1 mi), X-Men (24,3 mi) e 12 Anos de Escravidão (23,6 mi). 

Os 10 mais assistidos no Brasil

A Culpa é das Estrelas

Malévola

Rio 2

X-Men

Noé

Jogos Vorazes

Capitão América

Como Treinar o Seu Dragão

Transformers

Planeta dos Macacos

Os 10 mais pirateados no mundo 

O Lobo de Wall Street

Frozen

RoboCop

Gravity

O Hobbit: A Desolação de Smaug Thor

Capitão América

Hércules

X-Men

12 Anos de Escravidão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.