Touchstone Pictures
Touchstone Pictures

4 comédias e 1 musical inspirados em peças de Shakespeare

Esqueça as tragédias e as batalhas entre reinos. Descubra versões de filmes baseados nos textos do Bardo

Redação, O Estado de S.Paulo

14 de setembro de 2019 | 12h00

Assim como os espetáculos montados no mundo inteiro, as peças de Shakespeare também inspiraram versões mais livres para o cinema. Em algumas produções, as referências estão mais escondidas, mas nada impede a diversão. Selecionamentos quatro filmes baseados em famosas comédias do Bardo e um musical. Confira:  

 

Cuidado com as Gêmeas (1988)

Inspirado em A Comédia dos Erros

A farsa de Shakespeare ganhou uma releitura no filme interpretado por Bette Midler e Lily Tomlin. A peça mais curta escrita por Shakespeare traz confusões provocadas por dois pares de gêmeos idênticos, todos com o mesmo nome. Bette também é conhecida por uma das bruxas de Abradacabra e Lily contracena com Jane Fonda na série Grace and Frankie

 

10 Coisas que Eu Odeio em Você (1999)

Inspirado em A Megera Domada 

Esse filme é quase um clássico. Na história, Bianca (Larisa Oleynik) quer ir a um baile mas só tem autorização dos pais se for acompanhada da irmã chata, Kat. Heath Ledger interpreta um encrenqueiro chamado Patrick que vai ajudá-la nessa missão. Na peça, o personagem é Petruchio. 

 

Alguém para Eva (2003)

Inspirado em A Megera Domada

Outra inspiração na mal-humorada Kat, a diferença aqui é que a produção traz atores negros narrar essa comédia de Shakespeare. A protagonista é Eva (Gabrielle Union), uma inspetora de saúde com a mania de controlar a vida de suas irmãs. Para ocupar a garota, os namorados das irmãs contratam Ray (LL Cool J) para conquistar a moça. 

 

Ela É o Cara (2006)

Inspirado em Noite de Reis

Na versão original, Por conta de um naufrágio, Viola se separa de seu irmão gêmeo, e se disfarça em um homem chamado Cesário. No filma, Amanda Bynes faz o mesmo para poder jogar no time de futebol masculino. O papel de Duque de Illyria, ou Duke Orsino, é de Channing Tatum, que tem seus sentimentos confundidos ao conhecer o novato.   

 

Musical

 

Amor, Sublime amor (1961)

Inspirado em Romeu e Julieta

Primeiro como estreia na Broadway, a versão de Romeu e Julieta virou filme no musical Amor Sublime Amor. No original a luta do casal apaixonado deixa os conflitos entre Montecchio e Capuleto para retratar a rivalidade entre americanos e porto-riquenhos na Nova York dos anos 1950. Maria faz parte dos Sharks, uma gangue rival de Tony, que integra os Jets.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.