1939 é escolhido o melhor ano do cinema

1939 foi o melhor ano da história do cinema. É o que dizem os cinéfilos britânicos, em enquete feita na internet pelo instituto YouGov, com a participação de 2 mil pessoas.Embora seja também tristemente lembrado como marco inicial da 2.ª Guerra Mundial, 1939 foi o ano de clássicos absolutos das telas: ...E o Vento Levou, com Vivienne Leigh e ClarkeGable; O Mágico de Oz, com Judy Garland; No Tempo das Diligências, com John Wayne; O Corcunda de Notre-Dame, com Charles Laughton; O Morro dos Ventos Uivantes, de William Wyler; Carícia Fatal, da obra de John Steinbeck; e A Mulher faz o Homem, de Frank Capra. A propósito, o Oscar ficou com ...E o Vento Levou.O segundo ano mais bem cotado entre os amantes do cinema é 1974, por O Poderoso Chefão 2, com Al Pacino e Robert de Niro, Chinatown, com Jack Nicholson, O Grande Gatsby, com Robert Redford e Mia Farrow, e O Dossiê Odessa, com Jon Voight. Em terceiro lugar, aparece 1946 (Felicidade não se Compra e A Arte de Matar), seguido por 1941 (Cidadão Kane, Orson Wells) e, empatados em quinto, 1971 (Laranja Mecânica) e 1957 (A Ponte do Rio Kwai).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.