AFP/Jean-Baptiste Lacroix
AFP/Jean-Baptiste Lacroix

'1917', de Sam Mendes, vence o prêmio dos diretores de Hollywood

Mendes dedicou o prêmio a seu avô, cuja vida inspirou o filme

AFP, O Estado de S.Paulo

26 de janeiro de 2020 | 22h14

O filme 1917, de Sam Mendes, ganhou no sábado (25) o DGA Awards, prêmio dos diretores de Hollywood, um reconhecimento que tradicionalmente anuncia sucesso no Oscar. O prêmio coloca Mendes entre os favoritos para ganhar a estatueta de melhor diretor no Oscar, que será entregue em 9 de fevereiro.

O filme, que acompanha dois soldados britânicos em missão durante a 1ª Guerra Mundial, já ganhou o Globo de Ouro de melhor drama e tem 10 indicações ao Oscar, incluindo de melhor filme.

Mendes, que já havia recebido um prêmio DGA há mais de 20 anos por Beleza Americana, dedicou o prêmio a seu avô, cuja vida inspirou o filme.

"Para todos aqueles que querem jogar terra no túmulo do cinema, eu digo: não tão rápido", disse Mendes, destacando o trabalho de outros diretores indicados, Martin Scorsese (O Irlandês), Quentin Tarantino (Era Uma vez em Hollywood), Bong Joon-ho (O Parasita) e Taika Waititi (Jojo Rabbit).

Tudo o que sabemos sobre:
Sam Mendescinema

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.