Yusuf é bem fiel a Cat Stevens

Com Another Cup (2006), Yusuf, como passou a se chamar Cat Stevens depois de se converter ao islamismo, voltou ao mundo pop depois de 28 anos. Roadsinger (Universal) é uma consequência natural, refletindo sobre questões humanas. O fundo ideológico é outro, mas a voz continua a mesma, bem como o estilo de canções folk profundas, ao violão. Em suma, Yusuf mantém-se fiel a Cat Stevens. No álbum anterior ele citava trecho da Foreigner Suite numa canção, desta vez é a linda introdução de piano de Sitting que abre Be What You Must. Inspiração divina.

, O Estadao de S.Paulo

17 de junho de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.