Warren Beatty à sombra de Watergate, no político A Trama

Em 1974, os EUA viviam o auge da crise de Watergate, que levou à renúncia - para fugir ao impeachment - do presidente Richard Nixon. O diretor Alan J. Pakula faria, dois anos mais tarde, um dos filmes que mais bem refletem sobre o período - Todos os Homens do Presidente, com Robert Redford e Dustin Hoffman. Mas foi justamente em 1974 que Pakula dirigiu A Trama, e o filme é ainda melhor na captação do clima de desconfiança que emanava da Casa Branca.A Trama é o atraente programa de hoje no Telecine Cult, às 20h05. Warren Beatty faz o repórter de TV de Seattle que investiga uma morte misteriosa e se enreda na trama do título, envolvendo conspiração e assassinato. Tudo começa na torre de Seattle, de onde despenca o corpo para a morte. A investigação não diz respeito somente à política - com a sombra de Watergate projetando-se sobre o repórter investigativo Beatty -, mas à própria linguagem do cinema.No original, o filme se chama The Parallax View e o título tem tudo a ver com que Pakula quer dizer. Nos seus filmes, o tema é sempre, ou quase sempre, a quebra de confianças (nas relações interpessoais e nas instituições). ''''Parallax view'''' indica uma distorção de ângulo (e imagem). É disso que trata A Trama.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.