Verissimo vai mediar mesa com o dramaturgo

Fascinado pelo trabalho de Tom Stoppard, Luis Fernando Verissimo vai ser o mediador da mesa com o dramaturgo. Sobre isso, Verissimo conversou com o Estado.O que mais o agrada em sua obra?O teatro do Stoppard é extremamente engenhoso e brilhante sem que isso ofusque o conteúdo. Ele sempre faz jogos, misturando gêneros e estilos, mas são sempre jogos de idéias, sobre idéias. A peça Travesties, por exemplo, é uma farsa em que entra até A Importância de Ser Fiel, de Oscar Wilde, mas os personagens da farsa são Lenin, Joyce e Tzara, o inventor do dadaísmo, que por acaso estavam em Zurique na mesma época. Hapgood é uma história de espionagem que também trata da física quântica e da natureza do Universo. Rosencrantz e Guildenstern Estão Mortos é o Hamlet do ponto de vista dos seus dois personagens mais gratuitos, etc. As peças de Stoppard são sempre banquetes intelectuais, pratos sofisticados e saborosos que também alimentam.Ele afirma que os diálogos são facilmente criados, ao contrário da estrutura de suas peças.Ele e outros dramaturgos ingleses como o Alan Bennet e o Peter Barnes são mestres do diálogo, mas o Stoppard é o melhor. Talvez sua maestria com o inglês venha do fato de ser a sua segunda (ou terceira, não sei) língua. A distância ajudou.Quais trabalhos você prefere, independentemente de ser para cinema, teatro ou literatura? Por quê?Travesties, Rosencrantz e Guildenstern, The Invention of Love, The Coast of Utopia. E gostei muito do roteiro que ele fez para o filme Shakespeare Apaixonado, que é uma celebração da mágica do teatro. E ainda por cima é com a Gwyneth Paltrow, a única atriz do mundo que continua linda de bigode e cavanhaque.O que destaca Stoppard de outros grandes dramaturgos?A inteligência, o uso do humor, a disposição de ser sempre original, a audácia intelectual.Que assuntos você pretende conversar com ele na Flip?Não sei bem qual será minha participação, além de apresentá-lo e transmitir as perguntas da platéia. Se puder, talvez pergunte sobre sua relação com o inglês, sendo um estrangeiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.