Vai-Vai

Sáb. (21) p/ dom. (22), entre 3h05 e 3h55

, O Estadao de S.Paulo

12 de fevereiro de 2009 | 00h00

Enredo: ?Mens sana et corpore sano - O milênio da superação?.Ficha técnica: 4 mil componentes, 22 alas, 5 carros alegóricos.Colocação em 2008: campeã.História: Nos anos 20, os penetras das festas do time de futebol de várzea Cai-Cai, eram enxotados com os gritos de "vai, vai embora". A turma levou a ofensa na esportiva e montou um bloco. O cordão foi fundado em 1930, no bairro do Bexiga, e já ganhou 13 títulos do carnaval paulistano.Fique atento: A escola vai mostrar a higienização do corpo e da alma. O primeiro setor retrata doenças e a falta de saneamento básico. Um urubu com 12m de comprimento e movimentos nas asas e na cabeça será o destaque do segundo carro. No terceiro setor, haverá alegorias com pessoas obesas e anoréxicas e, no último, fantasias sobre terapias alternativas. A escola aposta também em alas com apenas 15 componentes, trajados com confecções grandes e articuladas. O cantor Ney Matogrosso desfila na ala da hanseníase.LETRA DO SAMBA?Mente sã e corpo são?Mais uma vez estou feliz da vidaQue me perdoem as coirmãsDe corpo, alma e mente puraSou da Saracura, treze vezes campeãVai meu samba tirando onda,''Vai-Vai'' vai mostrarA história da saúde mundial, acorda meu BrasilA coisa por aqui já vai pra lá de malNos velhos tempos das grandes navegaçõesA peste vinha impregnada em seus porõesE a terra se afundou num poçode lamaA globalização microbiana (chegou)No balanço do mar, um bando de imundosVeio macular o chão do novo mundoEu vivo a indagar se o mais civilizadoEra o ?peró peludo? ou tupi peladoArde o Rio! É febre na cidade inteiraA vacinação trouxe a salvaçãoSalve a ciência brasileiraO mundo tem que cultuar o corpoE consumir o que é naturalDizer não às drogas do malSe liga no meu carnavalA luz que purifica a alma, reluz e nos conduzBuscar alternativas pra curar tantas feridas,Que essa louca vida faz,Somente a força da fé, para nos guiarPedir às deusas serpentes para abençoarA nossa saúde, minha escola vem brindarSuperação, a Bela Vista é tradiçãoTraz no DNA a raiz do samba pé no chãoAutores: Zé Carlinhos, Naio Denay, Danilo Alves e Vagner AlmeidaIntérprete: Carlos Jr.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.