Unidos de Vila Maria

6ª (20) p/ sáb. (21), entre 1h05 e 1h25

, O Estadao de S.Paulo

12 de fevereiro de 2009 | 00h00

Enredo: ?Da sobrevivência ao luxo, da ilusão à alucinação... dinheiro, mito, história e realidade?.Ficha técnica: 5.000 componentes, 31 alas, 5 carros alegóricos.Colocação em 2008: 3º lugar.História: A escola foi fundada em 1950. No início, os foliões vinham de blocos dos bairros de Vila Maria, Brás e Pari. Seu primeiro desfile oficial aconteceu em 1960.Fique atento: Mestre Mi relutou em criar coreografias em sua bateria, mas, para agradar os ritmistas mais jovens, inventou três performances e 17 breques. Nos refrões, os ritmistas se dividirão ao meio e farão uma evolução com movimentos para frente e para trás, simulando um leque. Ainda haverá uma ?paradinha? em que os surdos serão levantados. Enquanto os cinco carros alegóricos simbolizam a história do dinheiro, as alas representam os mitos da riqueza - a de número 11, por exemplo, estará vestida de Robin Hood, e a 17, chamada de ?O Santo do Pau Oco?, faz referência ao Papa. O carro abre-alas terá 80m de comprimento.LETRA DO SAMBA?Da sobrevivência ao luxo, da ilusão à alucinação... dinheiro, mito, história e realidade?Na antiguidade a arte do escambo começouPara suprir suas necessidadesO homem de tudo trocouNa lídia surgiu o capitalismoA moeda floresceuImagens reluziram em suas facesO metal prevaleceuO tempo deixou,Tesouros que fascinam a memóriaNasceu o cifrão,Também na religião, o dinheiro fez história Peguei o Talismã da sorteContra o mau-olhado, meu patuáJoguei a moeda na fontePro meu desejo se realizarArrisquei nos jogos de azarSonhando em me dar bemPois neste mundo desigualPoucos têm muito e muitos nada têmBrilhou na modernidade, o sistema mundialNo meu país, esta novidadeChegou com a família realMeu capital não é dólar nem é euroMas tem o seu valorLutando contra a inflaçãoSou batalhador, brasileiroE na era virtual, meu dinheiro é realÉ sonho, é alucinaçãoFaz a diferença socialMito, história e realidadeNa Vila Maria virou carnavalAutores: Panda, Edmilson Silva, Jorge ZaninIntérpretes: Fernandinho, Baby e Quinho

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.