Uma voz e um piano embalados pelo lirismo português

Ana Luiza canta em primeira mão parcerias de Luis Felipe Gama com Tiago Torres da Silva, do CD que eles lançam em 2009

Lauro Lisboa Garcia, O Estadao de S.Paulo

08 de novembro de 2008 | 00h00

O poeta e escritor português Tiago Torres da Silva aprofunda-se a cada letra que tem escrito para seus parceiros brasileiros, como Olivia Byington e Zeca Baleiro. Seu grande feito é escrever na linguagem da terra das palmeiras. O mais recente projeto é um álbum de sonetos musicados em parceria com a refinada dupla Luis Felipe Gama e Ana Luiza. Parte da produção do trio será antecipada ao público hoje no show que o pianista/compositor e a cantora fazem no Centro Cultural São Paulo. "Vamos apresentar aquilo que formata bem para piano e voz", diz a cantora. "No disco, há faixas com formações instrumentais que variam com quarteto, quinteto." O repertório inclui outras canções de Gama, como Sete de Abril, Testamento (Milton Nascimento/Nelson Ângelo), You Must Believe in Spring (Michel Legrand) e Tristeza (Hnos. Nuñez), do repertório de Mercedes Sosa.Previsto para sair no início de 2009 (em Portugal antes daqui), o CD conta com participações de Ney Matogrosso, Elba Ramalho, Alcione, Alaíde Costa, Bibi Ferreira e Dominguinhos, que Tiago há muito admira. Um dos exemplares mais belos, que o público vai ouvir hoje, é Atlântico, cuja letra diz: "Não me falem do português de um lugar / A minha língua fala-se no mar/ E levanta-se em ondas como um cântico/ A minha língua é um barco a vela/ E sou eu que navegando dentro dela/ Escrevendo com sotaque atlântico."Outro tema relevante é Alma de Isopor, de letra inspirada em Maria Bethânia e melodia celestial de Gama. "Sou muito rápido para musicar letras. Fiz essa melodia pensando na voz de Bethânia. A princípio, pensamos em colocar no disco só se ela cantasse, mas ficou tão bom que vai sair mesmo se ela não participar", diz o compositor. A voz cristalina de Ana Luiza torna a canção ainda mais digna destes e outros superlativos. "É um luxo ter a Ana comigo, que dá uma maquiada legal em qualquer coisa que eu faça", diz Gama. É um harmônico e afinado casamento.ServiçoLuis Felipe Gama & Ana Luiza. CCSP. Sala Adoniran Barbosa (631 lug.). R. Vergueiro, 1.000, 3383-3400, metrô Vergueiro. Hoje, 19 h. Grátis

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.