Um Gênio

Ingmar Bergman morreu em 2007, deixando o legado de uma obra rara, inclusive pelo valor literário de seus roteiros. A fama foi consolidada em clássicos como Noites de Circo, O Sétimo Selo, Morangos Silvestres, Persona (Quando Duas Mulheres Pecam) e Gritos e Sussurros. A crítica paulista e a uruguaia se anteciparam à europeia no seu reconhecimento.

, O Estadao de S.Paulo

01 de abril de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.